Soneto (plágio Soft)

Não tem palavrões nem plágio,

Não tem gays nem badalhocas,

Não me parece grande adágio,

Nem augura cambalhotas…

 

Não tem deboche nem devassidão:

Nem activa… Nem passiva…

Já sei que me penteio em vão,

Não estará nenhuma cabra lasciva… 

 

D’A P.E.N.A. tinha de ser,

Esta festa tão brejeira!

Nem um bacanal sabem fazer!

 

Traz de lá uma mangueira,

Venham juntar-se ao alvoroço!

Não se esqueçam do caroço…

Comentários

alphatocopherol disse…
Gostei! Mas o de baixo tem mais substrato! O TEXTO! O TEXTO!!!!

Mensagens populares deste blogue

Acordar precoce e naturalmente...

Super Homo - Apre!

Super Homo - parte o 1º