Pontos

Ponto,
mas meus pontos são negros.
São pontos,
só para não lhes chamar vulcões.
São medonhos,
que não encontram clerasil.
Em espremê-los,
são negros meus vulcões.

Comentários

Anónimo disse…
Parabéns, acabaste de escrever o texto mais nojento do site!!! LOL
Chas. disse…
Um texto de puberdade...
Excita-me o ponto...

Negro!

Mensagens populares deste blogue

Super Homo - parte o 1º

Super Homo - Apre!

Acordar precoce e naturalmente...