Poesia gastronómica (ou um sonho cantinado...)

Se gostas de boa gastronomia
E de um sabor bem especial,
Vem comer com economia
À cantina da acção social.

São pratinhos bem saborosos,
Uma gostosa e nutritiva refeição,
Os petisquinhos mais famosos,
Seja qual for a disposição.

Croquetes de cagalhão esfarelado,
Sopinha de muco vaginal.
Traz um pintelho encaracolado
Para um toque mais original.

Peixe com mais de uma semana
Com delicado aroma do mar,
Parece que apanhas uma bezana
E passas o dia a vomitar.

E passando á moderna doçaria
Tens muito por onde escolher,
Mousse inconsistente, bolo á fatia,
Pudinzinho com minhoca a mexer.

E se não estiveres satisfeito
Nada tens para reclamar,
Sem o livrinho a jeito
Resta-te apenas barafustar.

Por isso já sabes: converte-te
A esta alimentação com prazer;
-"Pus centalho... diverte-te"
-"Lamento mas já tenho a boca a arder"

Comentários

annie disse…
bastante nojento! :P
Chas. disse…
Que belas coisas que tu comes!
João disse…
LOL o que um jantar da cantina não motiva...

Mensagens populares deste blogue

Super Homo - parte o 1º

Super Homo - Apre!

Acordar precoce e naturalmente...