Conto de Natau

Natal... época de alegria, fraternidade, solidariedade e esperança. E quem melhor simboliza esta altura do ano que um determinado velhinho bonacheirão, amigo das crianças, bondoso e paciente...
- Fodasse, mais depressa renas do caralho! – praguejou o Pai Natal do alto do seu trenó voador supersónico que cruzava os céus
- Olha a lata do velho – disse a rena Segóvia, escarnecendo – passa horas a emborcar aguardente na tasca e agora é que está preocupado com as horas!!!
- Com um hálito daqueles acorda os putos todos e ainda acaba por vomitar as lareiras! - gargalhou a rena Unheta por entre o tilintar dos guizos, acelerando mais o trenó - Cá para mim já vê duas e três chaminés em vez de uma!
- Calem-se e andem suas tartarugas com cornos! – gritou o velho, tresandando a álcool – Já andei mais longe de vos trocar por uns huskys foleiros! Até já falei com a Mãe Natal!!
- Tem piada referir cornos e Mãe Natal na mesma frase – continuou Segóvia – especialmente depois das festas que costumam haver lá na Lapónia com aqueles seus ajudantes de chapéus longos e pontiagudos... O Inverno é tão frio, e você nunca está, até a percebo...
- Tá calada minha besta! – gritou raivoso o Pai Natal – Vou-vos assar às duas quando chegarmos, e a vossa cabeça vai servir de troféu por cima da lareira!!!
- Segundo consta essas devem ser mesmo as únicas cabeças que consegues levantar! – as duas renas riram-se tanto que o trenó começou a oscilar
- Estão fodidas meus montes de esterco!! – disse raivoso o Pai Natal enquanto puxava do saco de prendas uma pistola do Homem Aranha® carregada – Comam isto!!
Num ápice as duas renas ficaram cravejadas de projécteis com ventosas nas suas partes reprodutórias pouco protegidas, enquanto o velho em pé no assento se ria vitorioso. As duas renas, gemendo de dor, aceleraram e guinaram descontroladas, fazendo com que o Pai Natal se desequilibrasse e caísse no vazio...


Duas Horas depois, Belém
- Preciso de uma ambulância depressa! – disse o polícia pelo rádio – Está um velho bêbado vestido de Pai Natal caído em cima da árvore de Natal gigante!! Isto só a mim!!
- Só a ti?? – respondeu outra voz vinda do rádio – Se calhar preferias tentar apanhar duas renas loucas que estão à solta em Cacilhas saídas sabe-se lá donde?

Comentários

Captain Dildough disse…
LOL! X-D
º_o Um gajo come demais na consoada, fica com o estômago pesado e escreve merdas assim...
Um belo presente de Ana(ta)l!
alphatocopherol disse…
É NAtauuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu
Chas. disse…
Lindo. Menos um para contar nos milhentos recordes do guiness de Pais Natais, esse foi fazer de anjinho em cima da arvore, eheeh.

Mensagens populares deste blogue

Acordar precoce e naturalmente...

Super Homo - Apre!

Super Homo - parte o 1º