Jorro, o herói de todas as pachachas

Era apenas mais um dia e Diego, o alter-ego do nosso herói, descansava enquanto o chefe Gina, capitão da guarda de Francesco Pichota, se deliciava a olhar para as coxas nuas de Diego. Diego engolia em seco enquanto apanhava mais uma estocada do Chefe Gina, tudo para que seu disfarce de Jorro, o empalador de crica não fosse descoberto.
- Sabes que te digo, este negócio de vender pintelheira das aldeãs para as meninas ricas da Europa fazerem as suas carpetes está mal. Acho que alguém ainda irá sair magoado. – disse o chefe Gina com um sotaque de um pais mais abaixo nas Américas.
- Talvez alguém possa parar o Francesco Pichota, talvez aquele galante Jorro venha salvar-nos e impedir que todas as passarinhas fiquem carecas.
- Não sabia que isso te interessava – disse Gina meio desconfiado – Talvez não sejas tão panilas como o Ganryubigu afinal.
- Ups – Pensou Diego – Talvez seja melhor chupar-lhe o nabo um pouco mais para ele não desconfiar.
E assim continuou a panascada mais um pouco até o chefe Gina se ter cansado de dar com a barriga de cerveja no cu de Diego.

Ao fim de algum tempo, quando Diego já se conseguia sentar no cavalo, vestiu o seu fato de herói, fez um minete à empregada Bernarda e partiu em direcção à mais alguma cona (Porco!!! – não se dizem asneiras). Ele tinha de parar o diabólico Francesco Pichota de rapar as aldeãs mas como?
Felizmente, Jorro podia sempre entrar à socapa na casa de Pichota através do quarto da filha, Suga Pichota (lamento que o nome seja assim mas a rapariga tem de ter o apelido da família – se bem que Francesco não seja o pai mas isso é outra história que não é para aqui chamada. Suga é filha de um romance entre o travesti do Batuma e Maria Inês). Suga adorava Jorro, tinha por ele uma adoração que a levava a trair a família Pichota e a dar tudo o que tinha para Jorro. O nosso herói aproveitava-se desse facto para ver os planos que o Pichota mor tinha e assim, mais uma vez, Jorro havia de conseguir triunfar.
E assim foi, ao cair da noite ele entrou no quarto de Suga onde se ouvia um grande suspiro, era Suga que se dobrava nas noites solitárias e não pode evitar Jorro que a viu nua como veio ao mundo, com a sua pelagem rapadinha, e seus líquidos quentes a escorrerem para o chão.
- Peço desculpa Jorro, não pises ai que está sujo. Desculpa mas deram-me os vómitos enquanto estava na cama, acho que comi algo que me fez mal.
- Não faz mal minha querida, o Jorro vai-te dar algo para curares o teu estômago. Algo quentinho que te sossegue imediatamente. Mas vais ter de me fazer um favor: tens de me deixar espreitar no teu buraco.
- Mas Jorro, e se meu pai descobre? O meu buraco deve permanecer secreto.
- Não fiques assim. Dom Pichota não vai descobrir o teu buraco, eu não lhe direi, só quero espreitar pelo buraco do teu quarto para o gabinete dele, ver se descubro o que ele planeia.
- Então não faças muito barulho que a minha mãe ainda agora esteve lá dentro a gritar com ele. Devia estar sem palavras tal era a zanga porque só a ouvia suspirar e a dizer “ Vá, bate-me Pichota!! És um porco Pichota! Com um Pichota assim não preciso de mais para ficar dorida”, por isso ela devia estar mesmo chateada.
- Minha querida Suga, tenho de te ensinar uma coisa ou duas – pensou Jorro enquanto olhava pelo buraco.
- Não pode ser, é impossível!!!!

Que será que Jorro viu? Terá sido um plano diabólico de Pichota para trilhar as cricas alheias ou será que Jorro viu finalmente Suga de pernas abertas e achou que uma rapariga tão inocente não devia ter uma passarinha tão escancarada?

Não percam o próximo episódio porque nós também não (Jorro ZZZZZ, herói a chupar. Jorro ZZZ, agora a crica vai queimar).

Comentários

Chas. disse…
Que origalidade. Será que a sua espada vai entrar em acção?!
Captain Dildough disse…
Jorro, o empalador de crica...
A coisa promete... :)
Anónimo disse…
Que bonito romance! Será que os dildos de cristal também entram na história?
alphatocopherol disse…
isto tá cada vez mais ordinário!!! apre :P
Anónimo disse…
Nota-se claramente que este autor tem qualquer espécie de fetiche com as personagens de outros...

Talvez sejam ciúmes de não levar do Chefe Gina ou saudades de outras personagES mais TauTâmicas!!!

Mensagens populares deste blogue

Super Homo - parte o 1º

Super Homo - Apre!

Acordar precoce e naturalmente...