Na estrada vigiada perdeu-se o mundo

Aqui fica um texto transplantado da PENA :

Estrada vigiada, onde passava alguém, perdeu-se do mundo…

Naquele caminho moderno onde os polícias patrulhavam as ruas com os cacetes em punho, havia pessoas normais que faziam da vida uma rotina…


De manhã ao levantarem-se, mergulhavam na piscina de lama onde faziam uma lama-massagem, em que as bolhas formadas faziam hematomas, diziam eles ser bom para o sistema circulatório. Ao pequeno-almoço sentavam-se no chão da cozinha onde executavam os seus rituais tribais, não sei bem como explicar, praticavam um tipo de sexo Tantrico mas a comer ao mesmo tempo. De seguida vestiam as suas roupas executivas, eram negras acima da cintura, transparentes abaixo e a parte púbica era aberta, eles consideram esse vestuário muito mais prático, dava uma ar mais puro e verdadeiro, era como uma segunda mente. Esqueci-me de dizer que eles olhavam os órgãos uns dos outros como quem olha nos olhos.

Ao chegarem aos empregos cumprimentavam-se apertando o instrumento uns aos outros, estranho é que as mulheres não se cumprimentavam da mesma maneira, mas esticando o dedo do meio com a mão direita e gritando “Verdade” ou caso fosse de tarde “Quase Verdade”. Aquelas reuniões na sala “Ovariums” terminavam sempre de maneira diferente, ou consultando a enciclopédia electrónica do conhecimento onde se dispunham todos de pernas trocadas no meio das pernas dos outros, o que dava um círculo com um ecrã 3D ao centro, ou tomando chá em cima da mesa com as mãos atadas à cadeira, de rabo para o ar; ou presos ás pernas da mesa à procura da moeda supostamente perdida no bolso de alguém, houve um dia quando iam a sair da sala que eles caminhavam todos juntos em forma de dragão, na direcção de uma sala de secagem dos preservativos de Nitrilo, os NITudo®.(Esqueci-me de dizer que fui lá fazer uma visita, mas com a opção de ir como quisesse)

Aquela empresa inovadora foi construída num sítio deserto pois previam-se algumas crises de moral caso fosse construída num sítio com alguma população. Uma vez que seriam necessários empregados para trabalhar nela, cerca de umas centenas, a empresa decidiu construir uns apartamentos nos arredores.

Com o tempo a empresa tornou-se uma seita, vinham pessoas de todo o mundo comprar os preservativos acabadinhos de secar. Este movimento em massa fez crescer à volta da empresa apartamentos com condições idênticas ás da fábrica, salas de reuniões, piscinas privativas com lama-massagem, quartos com paredes e tectos em vidro espelhado… casas de banho com sanita vibratória… Este aglomerado de casas em cerca de 5 anos fez crescer o deserto inicial a uma cidade com todo o tipo de condições. Contam-se já trezentos mil habitantes, o que é fabuloso!

A empresa destina-se a fazer os preservativos de nitrilo, uma vez que são muito mais resistentes e podem-se usar lubrificantes orgânicos, enquanto que os de látex ficavam pelos aquosos. Esta grande mudança permitiu a inovação das fantasias dos mais aventureiros, e assim nasceu a legião de fãs.

A cidade era muito engraçada, todas as casas tem chaminés em forma de glande, havia estudos que confirmavam que estas tinham um sistema de exaustão muito mais eficiente. Todas as ruas tinham árvores e canteiros altos à volta das árvores, por vezes de dentro ouviam-se os passarinhos a cantar. As cabines telefónicas eram completamente vidradas em volta e os telefones funcionavam apenas com preservativos.

Os polícias andavam com uma boina azul clara e botas azul-bebé. A única arma de defesa deles era o cacete. Não havia mulheres polícias, uma vez que elas eram poupadas para as tarefas mais cansativas.

Os carteiros andavam com a boina vermelha em forma de preservativo e com um saco ás costas vermelho com desenhos de posições sexuais, não tinham roupas.

Resumindo, as únicas pessoas que usavam qualquer coisa vestida eram os executivos e mesmo assim era pouco.

Era sem dúvida a única cidade sem prostituição, lá ninguém se vendia… Esta utopia real, fez com se tornasse na cidade mais saudável de todo o mundo, uma vez que todas as pessoas que entram pela primeira vez são metidas em quarentena, e quem sair da cidade vai para quarentena de novo.

À volta da cidade criou uma extensão de campos agrícolas que torna a cidade quase independente do resto das cidades vizinhas. Tudo o que é importado vai directamente para um centro de abastecimento periférico onde todo o tipo de material é devidamente controlado. Não havendo por isso contrabando de nada. Digamos que aquela cidade é quase perfeita.

Semanas passaram desde a minha entrada naquela cidade. Ouvia-se falar do novo projecto acoplado àquela empresa, chamavam-lhe NIRtutti, e era precisamente a fusão dos NITudo® com uma boneca insuflável. Era tudo muito misterioso, ninguém sabia como ficaria aquela boneca quando fosse lançada para testes.

As pessoas andavam tristes por não saberem de nada. O que seria a novo produto?

Passaram semanas e o secretismo continuava, todos temiam que a boneca fosse uma desculpa para venderem a firma. Começaram a haver manifestações no átrio da porta principal. Na manifestação foram todos vestidos, e os polícias pela primeira vez deixaram as armas em casa… Já ninguém brincava ás escondidas, estavam todos de luto, ou mais precisamente, ninguém tocava em nada de ninguém.

O presidente da sociedade dos NIRtutti, nessa tarde, fez uma declaração em que esclareceu todos os pormenores da boneca. Era feita do mesmo material dos NiTudo®, havia três padrões de rostos para a boneca: Castelo nu Banco, Marisa Thrum e Fouda Guedes. Cada qual anatomicamente igual ao verdadeiro…

As pessoas, ouviram silenciosamente o discurso do presidente, mas mal ele terminou foi a loucura…uma orgia em massa transformou o pátio laranja da entrada num mosaico cor-de-rosa. Por todo lado se ouviam os passarinhos e as borboletas a cantar e a voar pelos telhados, pelo chão, em cima das árvores, dentro da chaminé, dentro do caixote do lixo… outros, os dragões, eram menos discretos, passeavam em fila pelas ruas ao reboliço, a rodarem o chouriço. Foi uma grande festa com muita comida e bebida...

… As minhas luvas?! Tenho que as ir buscar ao cacifo professor, mas já injectamos essa amostra…




Comentários

emanuel disse…
Muito bem!!Brutal mesmo :))))
emanuel disse…
Muito bem!!!Brutal.Gostei :))))))
emanuel disse…
Muito bem!!Brutal!!Gostei :))))))))
alphatocopherol disse…
muito bem!!!! brutal!!! gostei!!!! lol :P

Aqui até os comentários podem ser atrevidos não é?

então... ripa!!!!!!!

Mensagens populares deste blogue

Super Homo - parte o 1º

Super Homo - Apre!