Acordar precoce e naturalmente...


Possivelmente já vos aconteceu a meio da noite, após uma indigestão, tentarem pegar olho e nada mais vos colar a pestana. Ao contrário dos outros dias, para as horas em questão, estou bastante bem disposto e desperto - caso contrário não estaria a escrever às seis da matina. Por ventura estes rituais internos são um bom despertador. Poderei ponderar comer quilos de cerejas em vez de protestar durante quase uma hora enquanto carrego no botão snooze do telemóvel, adiando o inevitável desfecho: fosgasse vai ter mesmo de ser (talvez mais vezes na versão ordinária).Agora consigo assistir calmamente ao crescente e ruidoso tráfego rodoviário e aéreo, acompanhado de um prazeroso chavascal de um vizinho (ou não), bastante educado, após perder um autocarro. Curioso, quando reclamo no campismo do ruído natural da alvorada, principalmente das belas rolas e cucus, e talvez de uma mão cheia de outros estridentes seres vivos, mas em casa nem me apercebo que a nossa alvorada é muito mais ruidosa (sim, quando largo flatos é caótico - apanharam-me!). Desculpem-me bichos! Escrito isto o snooze apareceu e pude desligá-lo naturalmente calmo.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Super Homo - parte o 1º

Super Homo - Apre!